O mundo real é um lugar estranho. Notas merleau-pontyanas

  • Luís António Umbelino Universidade de Coimbra
Palabras clave: Real, corpo, mundo, invisível.

Resumen

No presente trabalho pretendemos meditar sobre a tese de Merleau-Ponty segundo a qual o mundo fenomenal é o mundo real e estudar algumas das respectivas implicações fenomenológicas e ontológicas. Como introdução, mostraremos que a estranheza do mundo primordial de que o pintor dá notícia nos indica o caminho de investigação do fenomenal; depois, trataremos de clarificar o aspecto propriamente fenomenológico do primado do fenomenal em Merleau-Ponty; num terceiro momento estudaremos os traços mais decisivos do necessário aprofundamento ontológico das teses fenomenológicas avançadas; e terminaremos regressando à estranheza dos espectros e invisibilidades do ser do real merleaupontyano.
Publicado
2018-02-27
Cómo citar
Umbelino, L. A. (2018). O mundo real é um lugar estranho. Notas merleau-pontyanas. Euphyía, 9(17), 65-80. https://doi.org/10.33064/17euph201
Sección
Varia